Centro Asistencial “Carmen Colera” en Ceilândia (Brasil).

Neste centro, através do projeto “Crescer” se atende a mais de 160 meninos e meninas com idades compreendidas entre os três e os quatorze anos em situação de pobreza, risco de abandono e de atraso educativo, assim como de exploração social.

Fundada em 1993, Delwende colabora com o projeto desde o ano 2002.

O trabalho com as crianças se realiza através de oficinas de dança, teatro, música, classes de reforço, capoeira, deportes, recreação y acompanhamento sócio-pedagógico e psicológico.

Ceilandia está situada a uns trinta kilómetros de Brasilia, capital do país. Em Brasil o ensino primário é obrigatório até os 14-15 anos, com a peculiaridade de que todos os centros educativos têm duas jornadas de trabalho, quer dizer os alunos somente vão às aulas ou de manhã ou de tarde.

Esta realidade é o que gera que em cidades como Ceilândia as crianças durante o tempo que não estão na escola estão na rua, dado que seus pais, se os tiverem, ou os avos, ou quem se encarregue deles… vão à procura de um trabalho qualquer, e as crianças, tenham a idade que tenham, ficam na rua, mestra das drogas, das malandrices, a mendicidade, a prostituição… etc, que supera por muito o trabalho quotidiano da escola à que pertencem.

E… é aqui onde nasce o CAC (Centro Carmen Colera) , um centro das Irmãs da Consolação para acolher aos meninos e as meninas até os 15 anos mais desfavorecidos que estão na rua e com alto risco de exploração social. O centro actualmente tem uma capacidade para acolher a 160 meninos/as, divididos em dois turnos de manha e tarde, dependendo de sua jornada escolar. Além de todo o programa que se desenvolve durante o dia no centro, o grupo da manha toma pequeno almoço e almoço, e o  grupo da tarde, a merenda e o jantar. Para muitos, por não dizer que para a maioria, é a única refeição que têm ao dia.

Para os meninos/as que vêm ao centro esta é sua casa. Eles ao centro o chamam “o projeto”, já que é assim como denominam os educadores  a todo o programa pedagógico-social-humano-cristiano que se desenvolve no CAC, durante o tempo que as crianças estão nele. Em concreto se chama “Projecto Crescer” premiado em duas ocasiões por UNICEF.

Acções do projecto

DataAção
2002Ajuda para material pedagógico.
2005Financiaçao das obras de adaptação do edifício com a construção e reformas da entrada, pátio e casas de banho.
2006Reparação do telhado do centro Carmen Colera, compra de máquinas de costurar, e de material didáctico, assim como reparação da vivenda.
2015 e 2016Sala de computadores e pessoal de suporte.
2005-2014, 2016 e 2019Colaboraçao anual com as despesas de funcionamento do centro, pagando os monitores do mesmo, assim como actividades de funcionamento e despesas.
2020Incluído no orçamento de 2020 e pendente de arrecadação para: Salários do Centro.